Nome
E-mail
Home | Notícias
Pegas Duras em Cuba
Já com o pensamento em Montemor e nos toiros do Ernesto Castro, o Grupo deslocou-se a Cuba para mais uma corrida de toiros. No cartel os cavaleiros Rui Salvador, João Salgueiro e Ana Batista, o Grupo de Montemor e Évora para pegarem um curro de toiros bem apresentado do ganadeiro e antigo elemento do nosso Grupo Francisco Luís Caldeira.

Por motivos profissionais não pude estar presente, cabendo a responsabilidade de comandar ao forcado João José Comenda e por isso, não me vou alongar na minha descrição.

O curro de toiros da ganadaria Caldeira saiu sério e a pedir forcados, com os pesos entre os 490 kg e os 540 kg, proporcionarem lides sérias que entusiasmaram a praça cheia de Cuba.

O primeiro toiro foi pegado à 1ª tentativa, pelo forcado Gonçalo Saúde, que depois de uma reunião dura, teve de aguentar fortes derrotes no meio da praça, até à chegada dos ajudas, realizando assim uma boa primeira pega.

Para o nosso segundo toiro, foi escolhido o forcado Frederico Manzarra, que ainda na noite anterior, tinha realizado uma grande pega por uma selecção de amizade liderada pelo João Cortes na cidade de Estremoz. Motivado, mostrou-se ao toiro, com garra e bem tecnicamente, fechou-se mais uma vez para ficar, concretizando assim mais uma pega à primeira tentativa.

O quinto toiro da noite com 540 kg, chegou ao final da lide reservado e fechado em tábuas. Carlos Cardoso já nos terrenos do oponente e depois de desfazer uma vez, carregou com um aviso e depois de uma reunião defeituosa, não se conseguiu fechar, sendo obrigado a nova tentativa. Na segunda à imagem da anterior, o forcado foi obrigado a entrar nos terrenos do toiro, mas desta feita fechou-se com alma, e depois de uma viagem dura em que os ajudas foram pouco eficazes, finalizou mais uma grande pega, cheia de mérito para o forcado da cara.

O jantar decorreu na feira de Montemor na “caseta” do nosso Grupo, animado mas calmo porque no dia seguinte era já a corrida de Montemor…

03.09.2005

Rodrigo Corrêa de Sá

Fotografias: Francisco Romeiras

Voltar
com o apoio de