Nome
E-mail
Home | Notícias
O fim-de-semana Tauromáquico começou em Vila Franca

Sexta-feira dia 1 de Julho, encontrávamos em Vila Franca de Xira. 20 Anos depois o Grupo de Forcados de Montemor voltava a actuar na mítica Praça de Toiros Palha Blanco, anunciados estavam 6 imponentes Toiros da ganadaria Pinto Barreiros para serem lidados pelos cavaleiros Rui Salvador, João Salgueiro e Vítor Ribeiro, com os Montemorenses compartiam cartel o Grupo da terra, os Amadores de Vila Franca.

Juntámo-nos ao início da noite em casa do amigo e forcado do Grupo e Santarém Diogo Palha, animados e com vontade de mostrar todas as nossas capacidades fardámo-nos e encaminhámo-nos para a praça.

O nosso primeiro toiro apresentou-se em praça a impor respeito, com 580 kg, bem armado e de cor castanho foi aplaudido pelo público logo na saída, lidado pelo cavaleiro Rui Salvador cumpriu com alegria, tendo chegado a final da lide cansado depois de proporcionar bons momentos. Francisco Mira foi o forcado escolhido para abrir praça, 20 anos antes, já o seu pai tinha pegado na última corrida em Vila Franca. Brindou ao Grupo da terra e citou o toiro, já no meio da praça conseguiu fazer sair o seu oponente e sem erros fechou-se bem à córnea. Hugo Melo e os restantes elementos não tiveram dificuldades em concluir uma boa primeira pega.

O terceiro toiro da corrida com 565 kg foi lidado pelo cavaleiro Vítor Ribeiro que mais uma vez provou o bom momento que atravessa, desta feita o escolhido para encabeçar os montemorenses foi o experiente forcado João Mantas. Depois de brindar ao Sr. Miguel Palha, que simpaticamente nos recebeu em sua casa, avançou para o toiro, este demorou a se fixar e da mesma maneira investiu para o forcado, que com uma reunião deficiente viu-se obrigado a tentar de novo.
À segunda tentativa emendou o seu erro e com uma boa primeira ajuda de Diogo Campilho e bem rematado por João José Comenda realizou uma pega vistosa.

O nosso último toiro também castanho como os restantes, foi o mais alegre em toda a lide, que o cavaleiro João Salgueiro aproveitou da melhor maneira. Pedro Freixo brindou em nome do Grupo à ganadaria Pinto Barreiros que também ela regressava à Palha Blanco 18 anos depois. Já perto dos terrenos do toiro conseguiu provocar a sua investida e com um reunião fácil entrou pelo grupo que de maneira eficaz fechou mais uma pega, rematando uma boa exibição na famosa arena de Vila Franca.

O Grupo de Vila Franca não teve uma noite feliz e concluiu as suas sortes à 4ª, 1ª e 5ª tentativas. A noite ainda estava no começo e na casa dos nossos cicerones a Família Palha, acompanhados de um belo jantar o convívio durou pela noite dentro.

01.07.2005
Rodrigo Corrêa de Sá

Voltar
com o apoio de