Nome
E-mail
Home | Notícias
Corrida de Toiros em Albufeira
Por estar de férias no algarve não podia deixar de ir ver o grupo pegar em
Albufeira.

Numa noite tão fria!
De corrida em Albufeira
Todos com muita mestria
E forcados à maneira.

Em praça, toiros do amigo Jorge Mendes (com apresentação,a cumprirem o
necessário para que hoje toiros tendes).

Os cavaleiros João Moura, Ana Batista e Marcos Bastinhas (Lides para alegrarem
as alminhas).

Forcados de Montemor e Coruche (assim se acerta na muche).

Quanto ao grupo, a noite foi fácil, se é possivel pensar assim - para quem
como eu que também por lá passou - na verdade pensa que só o facto de entrar
numa arena para enfrentar toiros independentemente das suas características
é mesmo muito difícil.

Para o primeiro com 470 kilos,saiu para a cara ao o João da Câmara, a quem
por curiosidade perguntei à porta da praça - João, pegas hoje? - ao que ele
me respondeu - tio, não faço ideia mas quem me dera - afinal pegou mesmo,
cumprindo todos os tempos com um cite bonito e elegante, mandando e com
reunião à primeira tentativa. Assim afinal até parece fácil.

Para o segundo do grupo e terceiro de saída com 510 kilos (o maior e
francamente bravo) saltou a teia o Manuel Ramalho, que com sampatia e
amizade me brindou a pega, o que até me emocionou por me fazer recordar um
querido amigo, seu Pai "o Pequeno Grande Mano Augusto".
Começou o cite com atitude, pisando bem, marcando os tempos, só que quando
ele (e julgo que a maioria de nós), pensou que o toiro se arrancava a seu
mando, isso infelizmente não aconteceu tendo que o provocar demasiado o que,
quanto a mim, o fez por momentos perder a "pauta" e o "tom" ficar um pouco
desafinado, e como resultado recuar um passo ou até só meio, que resultou
numa reunião dura com um valente derrote e não fosse o querer e vontade de
ficar, aliados à eficaz ajuda do grupo teria de lá voltar para uma segunda
tentetiva, parabéns e ainda bem que não foi necessário.
Se tivesses tido a oportunidade de ver o teu Pai pegar toiros , entenderias
porque razão voltei a achar esta noite seres tu a "fotocópia" dele.

Para o nosso terceiro e quinto da corrida com 475 kilos veio o Francisco
Barreto (Ico) que com avontade avançou para o toiro, mas a exemplo do
anterior não o consegui fazer arrancar quando queria o que o obrigou a ir
muito acima dele provocando uma brusca investida, tendo no entanto um
promenor (que é dos livros), ou seja, dois passinhos rápidos atrás uma
paragem a consentir o toiro, que demonstrar coração ,  recuo curto e reunião
também à primeira tentativa com belíssima ajuda do Pedro Borges que mesmo
sendo à grupo de Montemor foi desta vez um pouco demais por não ter
acompanhado a evolução do cara e que devido à grande distância o fez correr
alguns metros mesmo vindo o toiro com pata, mas como referi a ajudar
totalmente.

Tivemos nesta pega, uma agradavel surpresa que foi a rabejação do Joel
Cardoso o nosso (Chinês), não o da EDP. Que Categoria. Por este tipo de
coisas é que o Grupo de Montemor ao longo de muitas decadas é o que é, o
Melhor!

No que toca à actuação do grupo no seu todo, esteve muito coeso e a ajudar
de verdade o que quanto a mim é muito positivo já que não é só nas coridas
mais duras que deve haver mais entrega, é tambem nestas que se demonstra
qualidade

Parabéns a Todos.

Um abraço e pelo grupo de Montemor, Venha Vinho.

Francisco Pimenta da Gama
Voltar
com o apoio de