Nome
E-mail
Home | Notícias
Corrida de Toiros em Monte Gordo

No passado dia 8 de Agosto, juntaram-se em Monte Gordo os elementos do Grupo de Montemor, vindos de vários pontos do Algarve (quem estava de férias) e do resto do país (quem trabalha). A curiosidade era grande, visto que, neste dia, quem comandava o Grupo não era o Zé Maria, por motivos de trabalho, mas sim o nosso Gladiador (Rodrigo Pietra)!Reunimo-nos num extraordinário espaço hoteleiro junto à praia, que nos dava a tranquilidade e tempo de concentração fundamentais para qualquer corrida. O Pietra começou o seu discurso pré-corrida, optando por não falar tanto mas exigindo vontade e coragem, e compôs um grupo em que se fardaram na sua maioria forcados mais novos.

Chegados à praça podemos constatar que, mais uma vez, a Monumental de Monte Gordo estava cheia até à bandeira, incluindo alguns espectadores em varandas de prédios junto à praça. Estava o ambiente ideal para uma corrida que, sendo de oportunidade, exigia que se estivesse bem. O cartel era composto pelos cavaleiros Joaquim Bastinhas, Vítor Ribeiro e a praticante Isabel Ramos. Os touros que estavam a concurso pertenciam às seguintes ganadarias: Condessa de Sobral, Murteira Grave, Brito Paes, João Ramalho, Dias Coutinho e Passanha. Para pegar, além do nosso Grupo, estava anunciado o Grupo de Cuba. O espectáculo resultou em pleno, com bom andamento, graças ao bom desempenho de todos os intervenientes.

No que ao nosso Grupo diz respeito, decidiu o Pietra mandar para a cara do nosso 1º touro, o de Condessa de Sobral, o focado Manel Ramalho. O Manel tem andado cheio de vontade, e agora que tem tido mais oportunidades de pegar tem demonstrado toda a sua garra e à vontade dentro de praça. Citou o touro com calma, mandou-o vir quando carregou e reuniu bem. No entanto, o touro dá-lhe um grande derrote para cima e para o lado, mudando a sua direcção. O Manel agarrou-se com uma alma enorme e aguentou o que era possível e impossível, e quando os ajudas estavam quase a chegar acabou desfeiteado. Uma grande tentativa! Para a 2ª tentativa foi com a mesma vontade, recuou um pouco mais na cara do touro, o que fez com que o touro entrasse pelo Grupo, que ajudou bem, numa pega dura em que o forcado mostrou toda a sua vontade.

Para a cara do 2º touro, da Ganadaria Brito Paes, foi escolhido o Xico Borges. O touro aparentava ser bom, o Xico andou bonito para o touro, como de costume, mandou e reuniu bem, apesar do touro ter feito um estranho na reunião. Mas a vontade de lá ficar foi muita e, depois de se compor na cara do touro, realizou uma viagem confortável até aos ajudas, que fecharam bem mais esta pega.

Para fechar a corrida pelo Grupo de Montemor, o Gladiador mandou para a cara o forcado Pedro Barradas “Borrega”, que pegou o Dias Coutinho. Forcado novo no Grupo, mas que se integrou da melhor forma e, aos poucos, começa a crescer e a agarrar o seu lugar. Esteve bem em frente ao touro, mandou e reuniu fechando-se com rapidez e vontade, não dando oportunidade ao touro de o desfeitear. O touro entrou pelo Grupo que encerrou da melhor forma mais esta pega e a nossa corrida.

No final da corrida o destaque foi para o Gladiador, que, no característico atravessar da arena por parte do nosso Grupo, foi o mais aplaudido, devido ao seu poder de comando (parecia o Capitão Nascimento!).

O fantástico espaço hoteleiro em que nos encontrávamos recebeu-nos para a desfardação e proporcionou-nos um dos melhores jantares alguma vez visto pelos elementos do Grupo. Além de peixe grelhado e mista de carnes, ainda tivemos arroz de marisco para sobremesa, tudo regado com vinho e cerveja do melhor (bebidas a jarro). Os discursos decorreram em grande ambiente, uns mais sérios, outros mais engraçados, tendo praticamente todos os presentes discursado, tendo terminado com as sábias palavras do Pietra.

E se pensam que a vontade era de ir para a noite algarvia enganam-se, pois nesta noite queria era tudo ficar em amena cavaqueira com o seu whisky na mão. Não me posso esquecer de agradecer ao Quim zé e ao Xico Reis, que quando viram que o gelo tinha acabado trataram de ir buscar quilos e quilos de gelo à porta de uma discoteca, que nos permitiu continuar a beber o nosso whisky em conversa animada. Obrigado!

Agora vem aí um fim-de-semana com corridas e oportunidades para todos os forcados, são 15 touros para serem pegados entre 6ª feira, dia 14 Agosto, e 3ª feira, dia 18 Agosto. Contamos com o apoio de todos os amigos do Grupo de Montemor para nos acompanharem neste longo fim-de-semana.

João Cabral
14 Agosto 2009 

Voltar
com o apoio de