Nome
E-mail
Home | Notícias
Em Vendas Novas brilharam os novos elementos.

Domingo, dia 21 de Setembro, o Grupo dirigiu-se a Vendas Novas para a penúltima corrida desta época. Mais uma vez, como manda a tradição, a fardação foi na Herdade da Ajuda. No entanto, desta vez, o tempo não convidava ao habitual mergulho na piscina, pelo que as horas que antecederam a corrida foram passadas a ver futebol, a comer as típicas bifanas ou a passear pela feira.

O cartel era composto pelos cavaleiros António Ribeiro Telles, José Prates e Manuel Lupi. Decorreu nesta corrida um concurso de ganadarias, composto pelos touros de Pégoras, Jorge Mendes, Pontes Dias, Romão Tenório, pegava o Grupo de Montemor e o Grupo de Coruche. De realçar que o touro de Luís Sousa Cabral fugiu da camioneta dos touros, lançando o pânico na feira instalada em Vendas Novas. Infelizmente, o Diogo Godinho não estava presente em Vendas Novas, pois certamente teria resolvido toda esta complicada situação do modo mais simples: com uma pega a campo. O touro Luís Cabral foi substituído por um touro da ganadaria Jorge Mendes.

O 1º touro, de Pégoras, foi pegado pelo Manuel Dentinho, jovem forcado mas que já acompanha o Grupo desde sempre. Agarrou as oportunidades que lhe foram dadas este ano, não só a pegar de caras mas também a ajudar, o que faz com que o Grupo deposite em si grandes esperanças, o que lhe dá, também, mais responsabilidades. O brinde foi feito a uma velha glória do Grupo, o forcadão dos braços de ferro, Pedro Freixo. O Manel citou com calma, mandou no touro e teve uma reunião perfeita. Depois foi aguentar uma viagem em que o touro veio com a cara no alto, até entrar pelo grupo, onde os ajudas fizeram o resto. O Manel fazia deste modo a sua última pega desta época… pensava ele!!

Para a cara do nosso 2º touro, um Jorge Mendes, o Zé Maria deu oportunidade a mais um jovem forcado, o Miguel 'Brad' Pinto. O Brad também tem sabido agarrar as oportunidades que lhe foram dadas esta época, e é mais um forcado a ter em conta para o futuro do Grupo. Tem acompanhado o Grupo para todo o lado com dedicação e está completamente integrado no ambiente de amizade. Brindou a sua pega ao cabo dos Forcados de Coruche, Amorim Ribeiro Lopes, que tinha sido recentemente operado ao ombro. O Brad pegou este touro à 2ª tentativa, muito por culpa de uma 1ª tentativa em que consentiu demais e foi lento a fechar-se. Para a 2ª foi com vontade, emendou o erro e realizou uma pega bem conseguida.

O nosso 3º touro, o Dias Coutinho, tinha uma particularidade: parecia um touro anão. Estava bem apresentado, era bravo, tinha poder, mas tudo isto em ponto pequeno. No entanto, também os touros não se medem aos palmos e, na minha opinião, este até era o touro que, caso o forcado estivesse bem, podia dar a pega mais vistosa. O escolhido foi o Francisco Borges. Brindou ao Dr. Barata Freixo, caminhou concentrado e decidido para o touro, esteve bonito e perfeito no mandar, recuar e reunir. E confirmou o que se previa: fez uma pega vistosa com realce para uma boa 1ª ajuda, que mereceu volta, do António Pimenta. O Xiquinho Borges é outro elemento que cresceu no seio do Grupo, habituado a ver grandes forcados e grandes pegas, e que começa agora a sentir que esta é a altura de ser ele e a sua geração a crescer e a assumirem um lugar de destaque para o futuro.

O Grupo de Coruche pegou os seus touros à 4ª, 3ª e 1ª tentativa. Aproveitamos para desejar as melhoras ao seu cabo, Amorim Ribeiro Lopes, que ainda apanhou um valente susto nesta corrida, quando um touro entrou pela trincheira e este se viu obrigado a saltar as tábuas (de uma desmontável) de braço ao peito. Felizmente, não aconteceu nada de grave.

Agradecemos a forma como, mais uma vez, a família Freixo nos recebeu em sua casa para nos fardarmos, preparando um lanche que nos permitiu ganhar forças para mais um regresso a casa. A época está perto do fim, mas muitas são as actividades que estão a ser programadas para este defeso, nas quais esperamos a presença de todos, pois também estes momentos fortalecem a união de um Grupo.

João Cabral
(06/10/2008)

Voltar
com o apoio de