Nome
E-mail
Home | Notícias
No Cartaxo devido aos compromissos, não houve "botas abaixo".

No passado dia 12 de Setembro, em plena maratona de corridas, o Grupo de Montemor deslocou-se ao Cartaxo para enfrentar mais uma corrida do preenchido fim-de-semana que se avizinhava.

Após a corrida da véspera, na qual não alcançamos o êxito desejado, o sentimento geral antes da corrida era de bastante responsabilidade, com o Grupo cheio de vontade de triunfar por terras ribatejanas.

O cartel era composto pelos cavaleiros, António Ribeiro Telles, Rui Salvador, Vítor Ribeiro, António Maria Brito Pães, Manuel Telles Bastos e João Ribeiro Telles Júnior, um bom Curro dos Herdeiros de Conde Cabral, para as pegas estavam anunciados os Amadores e Santarém e os Amadores de Montemor.

Para o nosso primeiro toiro, que se apresentou durante a lide nobre e colaborador, o Cabo escolheu o João Cabral, um elemento da sua máxima confiança. O toiro chegou ao final da lide bastante cansado e algo fechado em tábuas, o que obrigou o forcado a entrar nos seus terrenos para carregar a sorte. Após alguma insistência por parte do João o toiro arrancou, mas o forcado não conseguiu “sacar-se”, adiantando-se no momento da reunião, ficando apenas fechado num corno, sendo de seguida desfeiteado. Na segunda tentativa a reunião foi muito boa, mas o forcado não conseguiu suportar um derrote sofrido já no meio dos segundas ajudas, caindo quando a pega parecia quase consumada. Na terceira tentativa, o grupo fechou a pega, no entanto o João ficou de lado no toiro, o que obrigou a uma derradeira quarta tentativa, em que se resolveu a questão.

Esta sorte foi brindada ao antigo elemento José Gomes da Silva, que nos proporcionou um excelente convívio, cheio de ambiente, que nos fez sentir em casa. Em nome do Grupo de Forcados de Montemor o Novo, gostaria de agradecer, não só forma como nos recebeu em casa, mas também o excelente lanche e ceia que tinha preparado. Tivemos pena de não poder desfrutar mais do jantar, uma vez que no dia a seguir o Grupo “trabalhava” novamente.

Para o segundo toiro saltou o Frederico Caldeira, “Manzarra”, que, com brilhantismo e determinação executou uma belíssima pega à primeira tentativa. O “Fred” entendeu bem o toiro, carregou-o de largo, aguentou uma bonita investida do oponente, recuou e reuniu a preceito, cheio de ganas, sendo de destacar a boa ajuda do jovem elemento Manuel Dentinho e o remate do rabejador João Tavares, “Gladiador II”.

Esta pega foi brindada ao Exmo Srº Presidente da CAP, brinde este, que foi sentido e muito aplaudido pelo sector envolvente.

Para encerrar a nossa actuação, foi designado o elemento Noel Cardoso, “El Forcado Chino”, ao qual quero desde já agradecer, assim como ao restante Grupo, o brinde que me foi efectuado por me ter iniciado nestas novas funções de forcado retirado. O Noel citou com raça e valentia, o toiro correspondeu ao cite, arrancando-se de largo, e embora tenha havido alguma precipitação por parte do forcado no carregar, a reunião resultou vistosa, proporcionando uma pega emotiva a um toiro que empurrou bastante. Esta pega bem rematada pelo rabejador de serviço Rodrigo Pietra Torres “Gladiador I”

A corrida terminou com acerto, antevendo um fim de semana cheio de triunfos.

Gostaria de dar uma palavra de alento e força, a todo Grupo, que tem atravessado esta longa e dura época, com uma serenidade e valentia incríveis. E dar os meus parabéns ao Zé Maria por ter consciência do Grupo que tem, e ter aceitado cinco corridas em seis dias no final de época, demonstrando mais uma vez o valor e a importância desta grande instituição. 

Forte abraço a todos,
Pelo Grupo de Forcados de Montemor;
Venha Vinho,
Venha, ...

Manuel Mata
14 de Setembro de 2008

Reportagem Fotográfica:
http://www.tauromania.pt/noticias_detail.php?typ=reportagens&aID=2981

Voltar
com o apoio de