Nome
E-mail
Home | Notícias
SUPERLAVRE 2008

No dia 27 de Julho de 2008 realizou-se, em Lavre, um Festival Taurino de Beneficência no qual o Grupo de Forcados Amadores de Montemor actuou em solo. O Cartel foi constituído pelos cavaleiros de alternativa Manuel Jorge d'Oliveira, José Prates e Rui Fernandes, pela cavaleira praticante Isabel Ramos e pelo cavaleiro amador Montemorense Manuel Vacas de Carvalho. Os Novilhos-Toiros pertenciam à Herdade de Pégoras, representada pela velha glória do Grupo de Montemor, Simão da Veiga. 

Para a pega do 1º toiro saiu à cara o forcado Luís Vacas que, em tarde desastrosa, não se entendeu com o seu oponente. Na primeira e segunda tentativas o Luís não recebeu bem o toiro e nunca se dobrou na reunião. Na terceira tentativa esteve melhor e corrigiu a sua posição mas, para seu infortúnio, ficou de lado na cara do toiro. Na quarta tentativa, em que o Luís já estava fisicamente diminuído, o toiro defendeu-se e as ajudas, apesar de mostrarem vontade, exageraram na forma como carregaram não deixando o toiro levantar a cabeça aquando da reunião do forcado da cara o que resultou numa espécie de "bowling" em que o toiro era a bola e as pernas dos forcados as garrafas. Na quinta tentativa o toiro foi finalmente pegado. Quero apenas referir que o Luís é um forcado que já deu algumas provas ao grupo e, como tal, não deverá sair desta corrida por baixo mas sim deverá pensar nas próximas oportunidades que não iram faltar com certeza. Parabéns Luís pela atitude de repetir a pega quando ficaste de lado, pois isso é um princípio base dos grandes grupos e, como tal, dos bons forcados. Apenas aconselho-te a fazer mais desporto pois apesar de seres um forcado técnico, não te esqueças que em dias negativos como este, a preparação física ajuda e muito (até na recuperação posterior á pega)!

Depois deste início menos bom, saiu para a cara do 2º toiro o forcado Noel Cardoso que fez uma excelente pega ao primeiro intento. O forcado da cara teve bastante presença ao citar o toiro e depois tirou-lhe uma reunião aparentemente fácil a qual se seguiu uma viagem com o mesmo completamente enrolado na cara do toiro. Foi bom ver o nosso amigo "Chinês" a pegar (aliás penso que foi mesmo o primeiro da sua raça a pegar um toiro em Lavre!!!) visto que há algum tempo que ele não pegava (isto apesar de ser o 2º toiro do fim de semana). Penso que o José Maria tem aqui um forcado para pegar toiros bem mais sérios. De referir o papel das ajudas que apesar das vantagens remataram a pega da melhor forma.

Para o terceiro toiro da tarde foi caras o Miguel Vacas de Carvalho que fez tudo bem e que também conseguiu uma excelente pega à primeira tentativa. Este forcado é, na minha opinião, um forcado de caras que poderá ser muito importante ao grupo visto que me parece ter uma capacidade física superior à média da sua idade, no entanto, é essencial que ele perceba os toiros e que ganhe uma relação com os mesmos de forma a melhorar o seu potencial técnico ao qual lhe faltam ainda muitos pormenores que o poderão ajudar a ter sucesso. Nesta pega as ajudas estiveram correctas e como na anterior remataram a pega da melhor maneira.

No toiro que se seguiu foi à cara o Manuel Ramalho. Nesta pega o toiro mostrou-se bastante desatento e distraído mas o Manuel revelou-se muito fino pois soube esperar por ele e falou sempre muito o que veio a facilitar a pega. Na reunião adiantou-se ligeiramente ao toiro com o braço direito mas de pronto corrigiu-se e agarrou-se com determinação, resultando numa excelente pega com as ajudas a entrarem muito bem. Obrigado pelo brinde meu caro amigo!

Para o quinto toiro da tarde, que aliás foi toureado pelo Manuel Vacas de Carvalho, foi caras o António Vacas de Carvalho, seu irmão. Apesar de pouca força da parte do toiro, o António esteve muito bem e as ajudas tiveram trabalho fácil. Só faltaram mesmo os irmãos Coragem como bandarilheiros para ficar tudo em família!

De referir a forma especial como o grupo foi recebido na Herdade da Lobeira pertencente à família Vacas de Carvalho, a qual agradecemos nas pessoas da tia Cândida e do Senhor Engenheiro Pedro pela forma como fomos recebidos!

Um abraço especial ao Miguel Morais Pinto que se fardou pela primeira vez no Grupo de Montemor o que não deixa de ser sempre um momento muito especial na vida de um forcado. Parabéns e que te fardes por muitas vezes mais.

Queria desejar ainda as melhoras rápidas do João Maria Santos que se lesionou a dar a cara pelo nosso Grupo o que é de enaltecer! Não vou esquecer também o Manuel Mata e o João Mantas que também estão magoados e desejo que fiquem bons quanto antes! Não me lembro se está mais alguém aleijado mas se tiver, rápidas melhoras!

Pelo Grupo de Montemor: Venha Vinho! Venha Vinho! Venha Vinho!
Bota abaixo...............................

Felicidades e boa temporada até ao fim da época taurina!!!

Feliciano Reis
Julho de 2008

VEJA A REPORTAGEM FOTOGRÁFICA EM:
http://toureio19.no.sapo.pt/Lavre/index.html

Voltar
com o apoio de