Nome
E-mail
Home | Notícias
Feira do Cavalo em Oliveira do Bairro

Este fim-de-semana levou o Nosso Grupo a dar uma volta por lados menos habituais:

Oliveira do Bairro na Bairrada
- Região de bom vinho, leitão assado e de uma dinâmica empresarial que, a olhos pouco conhecedores, parece saudável e de fazer inveja a outras regiões do Nosso País.
- Corrida integrada na Feira do Cavalo que, diga-se de passagem,estava muito bem montada.
- Um espaço acolhedor, com o tamanho ideal para a dimensão da Feira 
- Os pavilhões dispostos e organizados por “sector” o que permitia que o passeio pela feira fosse lógico e agradável.

Quanto à corrida era composta pelo seguinte cartel: João Salgueiro, Ana Baptista e António Brito Pais, Grupos de Forcados de Montemor e Caldas da Rainha, Toiros da Ganadaria de Herdade de Camarate.

Cá estava o Nosso Grupo para mais uma corrida. Fardados estavam os elementos mais novos - com algumas honrosas excepções - e preparava-se uma daquelas corridas em que a tarde seria deles e para rodar alguns elementos em papéis menos habituais.

No diz respeito à prestação do Nosso Grupo, aqui fica um breve resumo.

António Dentinho pegou à 2ª tentativa depois de uma 1º tentativa com uma reunião defeituosa por o toiro praticamente não ter humilhado e vir com a cabeça muito alta. Na 2ª tentativa, o António resolveu como pôde: não conseguiu que o toiro humilhasse mas, apesar disso, e com uma reunião em que se destaca a vontade de agarrar o toiro (até com o braço ao contrário isto se faz) fechou a pega.

Miguel Vacas de Carvalho à 1ª tentativa com o toiro a desviar-se do grupo o que deu uma pega vistosa e o público retribuiu com entusiasmo. João Caldeira a destacar-se com uma oportuna ajuda (a ideia era rabejar o toiro mas teve que, antes disso, “dar uma mãozinha”).

Carlos Cardoso fechou a pega à 2ª tentativa com uma viagem com derrotes fortes depois de uma 1ª em que o toiro deu um derrote para baixo que não lhe deu hipóteses, contou com uma boa 1ª ajuda do forcado Caldeira Amaro.

É com agrado que se vê o Cabo a apostar na rapaziada mais nova sempre que pode e a promover que forcados habituados a certas posições desempenhem também outros papéis nas pegas.
É ainda com maior agrado poder ver que todo o Grupo corresponde e - tentando resumir numa expressão - aparece em praça com presença.

Resta-me apenas lamentar não poder gozar daquilo que seria sem dúvida um dos momentos da tarde: o Tó Sá pegar um destes toiros. Estava lá a sua Família - a recém-adquirida -  em grande expectativa, o público certamente colaboraria (com o que é que este público não o faria?) e agora já é dia até tarde pelo que, tínhamos tempo...

O Grupo das Caldas pegou os seus toiros ás 4ª,1ª e 1ª tentativas.

Uma última palavra de agradecimento em nome de todo o Grupo aos meus Tios: Joana e Zé Pedro Côrte-Real que nos ofereceram a Sua casa para a fardação. É muito bom o Grupo andar por lados menos habituais e, mesmo assim, encontrar alguém com quem tenha afinidade e que nos receba.

Henrique Pietra Torres
16/07/2008

Consulte a reportagem fotográfica em:
http://www.tauromania.pt/noticias_detail.php?typ=reportagens&aID=2606

Voltar
com o apoio de