Nome
E-mail
Home | Notícias
Digressão a Ponte de Lima

Ponte de Lima, 14, 15 e 16 de Setembro de 2007

Por volta das 11 horas da manhã de dia 14 de Setembro e com corrida marcada para a Vila mais antiga da Europa, Ponte de Lima, no dia 16, alguns dos elementos do Grupo saíram das suas casas em direcção ao norte do País. A rapaziada dividiu-se por carros tendo partido uns de Lisboa outros de Évora e Montemor, entre outros lados, e alguns dos elementos decidiram parar para um belo almoço nos famosos leitões da Mealhada. Foi de barriga cheia que começou a animação. O Cabo Zé Maria alugou para o Grupo um solar antigo a 8 km da vila para que todos tivessem o seu cantinho no final de cada dia, ainda assim houve elementos que conseguiram não dormir em casa e outros perderam a boleia e houve ainda outros que não se lembravam do caminho. Enfim, houve espaço para todos e ainda sobrou!

Houve mil e uma peripécias engraçadas, foram três dias de boa disposição e de confraternização, mas acima de tudo foi um tempo de coesão e onde se notou uma grande união no ceio do Grupo de Montemor nesta altura importante depois da mudança de Cabo.

Da corrida de dia 16, Domingo, várias coisas há a apontar. Antes da Corrida estava marcado um desfile taurófilo pelas ruas da Vila e todos os artistas estavam convidados a participar. Vai daí foi ver os Cavaleiros João Salgueiro, António Maria Brito Paes e o praticante Manuel Lupi a descerem as ruas, apinhadas de gente, puxados por dois cavalos num coche e os forcados, de Montemor e os do Aposento da Chamusca, fardados, em dois carros alegóricos criados para o efeito, ao melhor estilo do Carnaval do Rio de Janeiro. Enquanto descíamos as ruas a população aplaudia e por isso a animação em cima dos carros era enorme e assim fomos até à porta da praça. Podem imaginar o Cabo Cortes no topo do carro, qual rei do carnaval, a bailar como se no Rio de Janeiro estivesse.

A fardação foi conjunta nos balneários da feira ao lado da praça, por isso o convívio entre Grupos e Cavaleiros foi grande. No Grupo de Montemor e depois de ver os toiros o Cabo Cortes decidiu fardar dois forcados de valor mais que provado, Tomás Pimenta da Gama (forcado de cara) e Salvador Vaz Monteiro (pau para toda a obra) e ainda o estreante Manuel Dentinho, irmão do forcado António Dentinho e que vem dando boas provas nos treinos e corridas do Grupo Juvenil. Os toiros eram da Ganadaria Herdade de Pégoras e os pesos rondavam os 450 kg.

O primeiro da corrida foi lidado pelo cavaleiro João Salgueiro, para a pega foi escolhido o forcado Filipe Mendes. O Filipe foi para o toiro um pouco mole e teve azar porque o toiro também se arrancou com pouca vontade. Na primeira tentativa não se conseguiu fechar em condições, adiantando-se um bocadinho no momento da reunião, na segunda não entendeu bem o toiro e cometeu o mesmo erro tendo o toiro tirado a cara no momento da reunião e só à terceira tentativa conseguiu fechar esta sorte já com as ajudas carregadas. De ressalvar, as boas intervenções do forcado Salvador Vaz Monteiro com as suas prontas entradas nas ajudas.

O terceiro da tarde foi lidado pelo cavaleiro Manuel Lupi e para a cara foi um forcado que já há algum tempo pedia uma oportunidade para pegar de caras, o nosso grande primeiro ajuda Hugo Pina e Melo. O Cogumelo apesar de carregar cedo demais fez tudo bem, a citar bem e a recuar melhor com o toiro e agarrou-se com muita decisão, o que proporcionou uma vistosa pega em que brilhou o forcado da cara pois aguentou a viagem, o embate nas tábuas e uma nova tentativa de fuga do toiro. As ajudas foram boas destacando-se a pronta entrada do Quim Zé e do novato Manuel Dentinho que deu uma preciosa ajuda ao Hugo. João Caldeira, o nosso Rambo, apesar de entrar um pouco tardio ao leme, efectuou também uma bonita rabejação, fechando assim uma boa pega para o Grupo de Montemor.

O nosso último toiro, lidado pelo Cavaleiro Mia Brito Paes, foi pegado pelo Manuel Ramalho que fez tudo certo. O Manuel mandou no toiro e aguentou a viagem e o derrote, tendo o toiro fugido ao grupo. Valeu-lhe também a boa 1ª ajuda do António Dentinho que se encontra num bom momento de forma e o restante Grupo fechou a pega. Concluiu esta actuação na Vila mais antiga da Europa o forcado Francisco Godinho com mais uma das suas belas rabejações.

No fim da corrida fomo-nos desfardar a casa do amigo Miguel Barbosa, a quem agradecemos desde já toda a disponibilidade não só para alugar casa como também para os banhos e dormidas do último dia de feira. A toda a sua família e à boa recepção proporcionada o nosso obrigado. O jantar decorreu num Restaurante da feira e para além da presença do amigo Miguel Barbosa, podemos ter a companhia do Empresário da praça o antigo forcado Paulo Pessoa de Carvalho, mas também dos Cavaleiros Mia Brito Paes e Manuel Lupi e ainda muita gataria para enfeitar o jantar.

Tomás Pimenta da Gama
Setembro de 2007

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Voltar
com o apoio de