Nome
E-mail
Home | Notícias
Alcácer do Sal a última corrida da temporada

No passado dia 8 de Outubro decorreu em Alcácer do Sal a última corrida do Grupo de Montemor agendada na época de 2006.

A praça de toiros João Núncio acolheu mais uma vez a corrida dos triunfadores em que, o aficionado tem a responsabilidade de compor o cartel por votação. Foram eleitos os triunfadores de 2006, os cavaleiros: António Telles, Luís Rouxinol e Vítor Ribeiro que tinham pela frente um curro da conhecida ganadaria Grave. Para pegar dividiam as responsabilidades os Amadores de Montemor e Évora.

A Herdade de Penique foi o ponto de encontro para esta última fardação de 2006. Ao início da tarde fomo-nos juntando com a boa disposição habitual e a descontracção natural, de um Grupo confiado pela boa época que agora chegava ao fim.

Uma praça cheia e com ambiente compunha a tarde ensolarada a que o primeiro toiro da tarde não correspondeu, tendo-se fechado em tábuas desde o início da lide, não proporcionando a António Telles o espectáculo que pretendia. Também por esse facto, foram escolhidos para a pega a dupla de cernelheiro e rabejador, Manuel Mata e João José Comenda. Brindaram ao “céu” em homenagem a José Núncio falecido nessa madrugada e, com a garra que lhes conhecemos colocaram-se no centro da praça.

Como também já vem sendo hábito nas pegas de cernelha, o jogo de cabrestos não cumpriu o seu papel obrigando os forcados, a entrarem a um toiro destapado, com decisão fecharam-se para ficar e sem muita luta encerrou-se uma primeira pega com pouca história.

O nosso segundo toiro mostrou-se mais colaborador mas sem transmitir. Para a pega foi escolhido João Cabral que depois de brindar ao público citou de largo e com elegância, mandou na investida e reuniu com correcção. Com o Grupo coeso liderado pelo primeiro ajuda Hugo Melo finalizou-se uma bonita sorte.

Para o último toiro da época perfilou-se o forcado natural de Alcácer, Filipe Mendes. Brindou com emoção à sua mãe e caminhou com presença. Na reunião não consentiu o que devia, tendo sido desfeiteado com dureza, obrigando o forcado a tentar de novo. Na segunda tentativa corrigiu-se na cara do toiro e depois de uma ajuda oportuna do rabejador João Comenda e da eficiente entrada de Diogo Campilho, o Grupo fechou mais uma bonita pega.

O Grupo de Évora realizou todas as suas pegas à 1ª tentativa e o vencedor do prémio João Núncio para o triunfador da temporada foi para o cavaleiro Vítor Ribeiro.

Mais uma vez a Herdade do Penique recebeu o Grupo com um agradável jantar. Obrigado à Família Mendes.

A época chegou ao fim mas, muito ainda está para acontecer. Acompanhe todas as novidades no nosso site e seja o primeiro a saber.

Rodrigo Corrêa de Sá
10 de Outubro de 2006

Fotografias: Francisco Romeiras

Voltar
com o apoio de