Nome
E-mail
Home | Notícias
Corrida de Toiros em Alter do Chão

Foi no passado dia 25 de Abril que se realizou em Alter do Chão nova corrida do Grupo de Montemor-o-Novo. Depois de um fim-de-semana de festa em Sevilha, era altura de rever os amigos, contar as histórias a quem não tinha ido e, claro, pegar em grande mais uma corrida do Grupo. O ponto de encontro foi, mais uma vez, na Herdade do Monte Branco, em casa do antigo forcado Rui Vacas de Carvalho, onde nos fomos juntando à volta da piscina, num dia de muito sol.

O cartel era composto pelos cavaleiros António Ribeiro Telles, Vítor Ribeiro, o praticante João Moura Caetano e dois grupos de forcados: o de Montemor e o de Alter do Chão, que disputavam entre si o prémio “Luís Saramago”, para a melhor pega. O curro de toiros anunciado era da Ganadaria Goes. A praça estava cheia, e com grande ambiente, pronta para uma grande tarde de toiros.

O primeiro toiro da corrida veio anunciado com 4 anos e 515 kg. Para a cara foi escolhido o experiente forcado Pedro Freixo, que realizava a sua primeira pega desta época, tendo brindado ao público. Andou com calma para o toiro e provocou-lhe a investida. O toiro deu um primeiro derrote após a reunião, mas o Pedro já lá tinha os braços bem fechados e fez uma viagem tranquila até o toiro ser parado pelo resto do Grupo, com destaque para a boa 1ª ajuda do Tó Sá, e para a ajuda do Frederico Caldeira. A pega foi concluída pelo rabejador João José Comenda, que recebeu forte ovação do público que enchia a praça de Alter.

Para a cara do 3º toiro, com 4 anos e 510 kg, foi escolhido o forcado Noel Cardoso. Brindou a sua pega ao antigo forcado de Montemor e empresário da praça de Alter, Carlos Pegado. Esteve correcto à frente do toiro Goes, fechou-se com vontade, e teve uma boa primeira ajuda do Manuel Mata. No entanto, a viagem foi longa, e ao chegar perto das tábuas o toiro deu um último derrote, fazendo com que o Noel caísse. Perfilou-se com vontade para a segunda tentativa, voltou a reunir bem e teve de novo uma boa ajuda de Manuel Mata, tendo este saído lesionado, sem gravidade. Após o Manuel cair os restantes elementos entraram bem e fecharam a pega, com destaque para a boa ajuda do jovem forcado Filipe Mendes. Fechou a pega o rabejador Rodrigo Pietra.

O toiro mais pesado saiu em 5º lugar, com 530 kg e 4 anos. O forcado escolhido para pegar o toiro foi Carlos Cardoso. Brindou a pega ao Grupo de Forcados de Alter do Chão e foi para a cara do toiro, cheio de vontade de triunfar perto da sua terra. Andou correcto para o toiro, reuniu bem e fechou-se como já nos habituou, com garra e vontade de ficar. Aguentou um primeiro derrote forte, e foi muito bem ajudado com 1ª ajuda do forcado J.P., e também uma boa ajuda do elemento Pimenta. Fechou a corrida para o nosso Grupo o rabejador João José Comenda.

O Grupo de Alter do Chão consumou as suas pegas à 2ª, à 2ª, e à 1ª tentativas. No final, o júri atribuiu o prémio em disputa ao forcado Pedro Freixo, pela pega efectuada ao primeiro toiro da corrida.

No final da corrida rumámos de novo à Herdade do Monte Branco, onde pudemos desfrutar de uma deliciosa ceia, trocar opiniões e ver expostas pela sala algumas fotografias (e que fotografias!) do antigo elemento Rui Vacas de Carvalho, que trouxeram à memória grandes momentos deste forcado. Agradecemos a maneira como fomos recebidos na Herdade do Monte Branco.

Para o próximo fim de semana temos mais duas corridas para pegar, no Soito, onde vamos inaugurar a nova praça desta terra, e em Almeirim, deixando em perspectiva dois dias de convívio e nova oportunidade para os forcados mostrarem a vontade que têm em pegar.

João Cabral
26 de Abril de 2006

Fotografias: Francisco Romeiras

O cite de Pedro Freixo

Bem fechado à córnea

A entrada dos ajudas

O brinde de Noel Cardoso ao antigo elemento Carlos Pegado no dia do seu aniversário

Apesar de bem fechado à barbela, foi à segunda tentativa que consumou a pega

De novo e com vontade

A saída imponente do 5º Toiro, o maior da corrida

Carlos Cardoso brindou ao seu antigo Grupo e à memória de Luís Saramago

Consumou uma pega rija e emotiva

O esforço dos ajudas

Pedro Freixo venceu o prémio "Luís Saramago"

No final saímos como manda a tradição, pelo meio da praça

Voltar
com o apoio de