Nome
E-mail
Home | Notícias
Ferra na Quinta da Lagoalva

Depois de algumas semanas de descanso, o Grupo de Montemor reuniu-se de novo para mais um acontecimento. Já perto do início de temporada e integrada na preparação da época, realizou-se no passado dia 4 de Fevereiro, na Quinta da Lagoalva, propriedade do elemento Diogo Campilho, a já tradicional ferra de gado manso.

Numa manhã de nevoeiro, a família do Grupo de Montemor rumou a Alpiarça. Bem cedo reunimo-nos em volta do lume, onde os ferros já aqueciam à algum tempo, aos poucos fomo-nos juntando matando saudades com histórias passadas, esperando o início da ferra.

O gado composto por vacas mertolengas e mirandesas com quase três anos, indiciavam uma ferra dura, obrigando todos a aplicarem-se, para as levarmos por vencidas. Nem todos puderam estar presentes, mas com o apoio de alguns amigos fizemo-nos ao trabalho.

Depois de algumas horas, muita terra e bastantes quedas à mistura tinhamos as perto de quarenta vacas ferradas, com o grupo e apesar de estar em início de época a mostar bastante intrusamento e vontade, onde sobressaíram os mais experientes sobretudo, devido ao tamanho das vacas que, no início influenciaram o comportamento dos mais novos.

Depois do trabalho realizado era tempo de almoço, na companhia da família Campilho partilhá-mos a bonita sala da "Rota dos Vinhos" na Quinta da Lagoalva e ao sabor de uma tradicional sopa da pedra, fomos apreciando os vinhos da casa, discutindo como bons entendidos.

Depois de um dia bem passado e depois de agradecer à família Campilho em especial ao Diogo a fabulosa recepção, fizémo-nos à estrada com uma certeza. Para o ano cá estaremos outra vez.

Fotografias: 1,2 e 3 - Casa da Quinta da Lagoalva

                     4 - Sala Rota dos Vinhos

                     5 - Ferro Quinta da Lagoalva

Rodrigo Corrêa de Sá

6 de Fevereiro de 2006

Voltar
com o apoio de